quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

Aprenda a gostar de você, a cuidar de você e, principalmente, a
gostar de quem também gosta de você...
A idade vai chegando e, com o passar do tempo, nossas
prioridades na vida vão mudando...
A vida profissional, a monografia de final de curso, as contas a pagar...
Mas uma coisa parece estar sempre presente... A busca pela
felicidade, com o amor da sua vida.
Desde pequenas ficamos nos perguntando "quando será que
vai chegar?" E a cada nova paquera, vez ou outra nos pegamos
na dúvida "será que é ele?".
Como diz meu pai: "nessa idade tudo é definitivo", pelo menos a
gente sempre achava que era.
Cada namorado era o novo homem da sua vida.
Fazíamos planos, escolhíamos o nome dos filhos, o lugar da
lua-de-mel e, de repente...
PLAFT! Como num passe de mágica ele desaparecia, fazendo
criar mais expectativas a respeito "do próximo".
Você percebe que cair na guerra quando se termina um
namoro é muito natural, mas que já não dura mais de três meses.
Agora, você procura melhor e começa a ser mais seletiva.
Procura um cara formado, trabalhador, bem resolvido,
inteligente, com aquele papo que a deixa sentada no bar o resto da noite.
Você procura por alguém que cuide de você quando está
doente, que não reclame em trocar aquele churrasco dos
amigos pelo aniversário da sua avó, que jogue "imagem e ação"
e se divirta como uma criança, que sorria de felicidade quando te
olha, mesmo quando você está de short, camiseta e chinelo.
A liberdade, ficar sem compromisso, sair sem dar satisfação, já
não tem o mesmo valor que tinha antes.
A gente inventa um monte de desculpas esfarrapadas, mas
continuamos com a procura incessante por uma pessoa legal,
que nos complete, e vice-versa.
Enquanto tivermos maquiagem e perfume, vamos à luta... E
haja dinheiro para manter a presença em todos os eventos da
cidade: churrasco, festinhas, boates na quinta-feira.
Sem falar na diversidade, que vai do Forró ao Beatles.
Mas o melhor dessa parte é se divertir com as amigas, rir até doer
barriga, fazer aqueles passinhos bregas de antigamente e curtir o som...
Olhar para o teto, cantar bem alto aquela música que você adora.
Com o tempo, voce vai percebendo que para ser feliz com
uma outra pessoa, você precisa, em primeiro lugar, não precisar dela.
Percebe também que aquele cara que você ama (ou acha
que ama), e que não quer nada com você, definitivamente não é o
homem da sua vida.
Você aprende a gostar de você, a cuidar de você e,
principalmente, a gostar de quem também gosta de você.
O segredo é não correr atrás das borboletas... é cuidar do jardim
para que elas venham até você.
No final das contas, você vai achar, não quem você estava
procurando, mas quem estava procurando por você! "

Mario Quintana!!
por que ali a gnt com certeza aprende que amigo eh mais que amigo...

entre nós naum há amizade.. ha uma verdadeira irmandade....


" As coisas boas da vida passam rápido de mais..............
tanto que as vezes nem percebemos o quanto elas podem fazer falta............"

_____________________

Não tente me entender,
se nem eu mesmo posso
me compreender.
Apenas caminho e tiro
de cada gota de vida
o que preciso para viver.
_____________________

"" Você pode até querer me empurrar de um penhasco e eu vou dizer: e daí?... eu adoro voar! ""

Tenho apenas uma certeza....
As coisas da vida são misteriosas.....


que porcaria

as coisas da vida nos fazem de bobo mesmo...




mas digo e repito...
conquista essa que pra mim vem coberta de tristeza....
coloquei um pé dentro da fafi, porém muitos dos meus amigos naum...

pessouas que viveram comigo os melhores momentos desse ano.. pessouas em quem confio e boto feh....

aí eu pregunto-me....
Por Que????
De que vale uma conquista se as pessouas com quem vc gostaria de estar naum vaum poder estar....
se eu cheguei onde cheguei esse ano...
foi por que nos momentos mais dificeis desse ano...
eles estavam lah.. ma dando forças....


nos momentos em que eu mais pensei em desistir...
sempre tinha um deles ali... dizendo pra mim...



bem essa eh a causa de minha tristeza....

Dedico essa vitória de hoje a vcs....

que nunca desistiram de acreditar em mim...



muitissimo obrigado por naum ter desistido de acreditar....
nunca desistam...
eu vou estar com vcs... sempre...
pq vcs tem me ensinado todo dia....
que vale muito lutar... e ter por quem lutar..
e nunca desistir...



digo e repito...
estou feliz e triste....
sei qeu o meu pai vai ficar mto contente com essa vitoria....
estou triste.....
nem todos os meus amigos estão fazendo o mesmo q eu agora....

quero que saibam q se eu consegui.. foi pq vcs nunca me deixaram desistir...

mta feh time...

o sonho naum acabou ( tem mais na padaria)

vamo aew... pq a união faz o açucar, digo.. a força...




Sei que eu posso viver assim....
Sendo apenas eu mesmo...
Tendo a certeza de que guardei o q realmente importa....
Sempre lutando pra corrigir os meus erros...( se for possível)

E o tempo vai ser meu professor e mestre..
E o resto... bem...vamos ver se o resto pode nos dar algo de bom pra aprender....

“ Vão querer meu dinheiro, minha família... vão querer levar tudo de mim...
Porem o que eu tenho de mais precioso naum levarão...
Que eh a minha honra... e a certeza de que o amanha vai ser melhor....”

Posso viver apenas com isso...
obrigado meu DEUS por tudo.......eu consegui fui lá acreditei em mim e passei
fafi - matematica me aguardem!!!!!!!

segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

Acaso, destino...

O tema é muito instigante num bate-papo: acaso, destino, fatalidade... Neste contexto, por exemplo, há os que acreditam que nascemos com o destino totalmente já traçado. Para outros, não existe destino, e há os que vêem com ressalvas, ou seja, existe só para determinadas circunstâncias. Particularmente, defendo a hipótese de que certos eventos já vêm escritos no nosso livro de vida, para serem vivenciados em cada jornada evolutiva. Isso, porém, não elimina o livre-arbítrio, que nos oferece o compromisso de escolha em alguns aspectos espirituais. Esclareço: é uma opção individual melhorarmos ou persistirmos num erro. Podemos burilar ou não o nosso ser, a curto prazo, ou deixar para depois, e assim sucessivamente.

Mas, repito, "o acaso não existe". O que tem de acontecer, acontece e só atinge quem deve atingir. Para ilustrar o meu ponto de vista, recebo um e-mail que conta histórias de sobreviventes daquela inesquecível tragédia de 11 de setembro, em Nova York. E o que chama atenção são exatamente os pequenos detalhes. "Conta-se que o chefe de uma empresa chegou tarde, simplesmente, porque aquele dia era o primeiro em que seu filho foi ao jardim de infância.

Um outro estava vivo porque era seu dia de trazer rosquinhas. Uma mulher atrasou-se porque o seu despertador não funcionou. Outra porque ficou presa num congestionamento causado por um acidente. Um outro havia perdido o ônibus. Uma mulher teve que trocar de roupa porque derramou café em seu vestido. Um outro teve dificuldade em fazer pegar o motor do carro. Alguém teve que atender a uma ligação. O filho de outro demorou-se para sair da cama. Alguém não encontrava um táxi"

A pessoa, no e-mail, que falou sobre estes depoimentos, logo após escreveu: "Muitas outras histórias... pequenos detalhes... contratempos...talvez, algum dia, sejam escritas num livro. Aquele homem com quem eu conversava estava vivo porque tinha vestido sapatos novos que lhe causaram uma bolha no pé e teve que parar numa farmácia para comprar atadura.

Hoje, quando pego um congestionamento de trânsito, perco um elevador, atendo uma ligação no momento de uma saída...pequenas coisas que me aborreciam penso comigo...estou exatamente onde Deus quer que eu esteja neste momento. Que Deus continue a abençoar você com todos estes pequenos aborrecimentos que o faça lembrar de seus propósitos. Na próxima vez que parecer que 'se levantou com o pé esquerdo', seus filhos demorando para se vestirem, não lembrar onde deixou as chaves do carro, pegar todos os semáforos fechados no caminho do trabalho, não fique triste, não se irrite, não se sinta frustrado, louve a Deus e agradeça. Nem sempre compreendemos os desígnios divinos. Acredito que Ele queira sempre o melhor para nós, o difícil é ler suas entrelinhas...".

Moral da história e reforço de minha tese: O destino existe. Observem que só morreram os que estavam destinados para aquele dia e circunstâncias. Estes pequenos "imprevistos" acontece muito no nosso dia-a-dia, como forma de nos livrar de algum tipo de dissabor. Quantas pessoas não perderam o avião, a hora, e foi exatamente esta mínima ação que os fez sobreviver ? "Há males que vêm para o bem". Como tal, que consigamos ter paciência, serenidade, e entendê-los, fazendo uma leitura positiva, para podermos sempre poder contar estas histórias.

quarta-feira, 5 de dezembro de 2007


Para de Bobeira

Refla

Composição: Pedro Henrick

Nossa Vida é assim,
Sempre quando eu quero ela desaparece,
Esquece do meu corpo quase me enlouquece,
Na hora do desejo sinto gosto do seu beijo e você não está

É sempre assim,
Mais isso acontece quase todo dia
Vivo sem noção nessa monotonia,
Quero mais não quero viver só de fantasia,
Por que é sempre assim

Eu ligo e ela nunca está,
E quando eu desencano ela me telefona
E quando esqueço essa loucura,
Vem ela e traz de novo tudo a tona,
Como faço pra esquecer,
Esse amor que só me faz mal?

Sinto que não estou legal,
E nunca caio na Real.

Pára, pára, pára de bobeira,
Esquece que eu não to de brincadeira,
Eu quero escrever outra história
É muito amor jogado fora
Eié ..... ieiei eié .....
glitters para orkut

Poemas - Recados e imagens



glitters para orkut

Poemas - Recados e imagens


glitters para orkut
glitters para orkut
glitters para orkut

sábado, 1 de dezembro de 2007

glitters para orkut
Confira mais figuras para Letras De Música
glitters para orkut
glitters para orkut
Confira mais figuras para Letras De Música em